Resenha: Will e Will, Um Nome, Um Destino


                                                                      Ano: 2013
John Green e David Levithan
Sinopse: Em uma noite fria, numa improvável esquina de Chicago, Will Grayson encontra... Will Grayson. Os dois adolescentes dividem o mesmo nome. E, aparentemente, apenas isso os une. Mas mesmo circulando em ambientes completamente diferentes, os dois estão prestes a embarcar em um aventura de épicas proporções. O mais fabuloso musical a jamais ser apresentado nos palcos politicamente corretos do ensino médio. Resenha: Will e Will é aquele tipo de livro que faz você rever os seus conceitos - eu particularmente, não precisei disso -, então um aviso: se alguém tiver algo contra a homossexualidade não leia, ou melhor, leia. O livro fala sobre dois garotos, que por coincidência do destino, estavam no mesmo lugar, na mesma hora, os dois estavam ferrados e tinham o mesmo nome, e isso foi a única coisa que fez os dois terem algo incomum. O Will "um" se encontra numa situação um pouco - ou muito - complicada e vai parar numa sexshop, e o Will "dois" estava indo ao encontro do seu "futuro namorado" e leva um bolo, a onde vai parar no mesmo lugar que o Will "um". 
  O livro é divido da seguinte forma: um capítulo na visão do Will "um" e outro na visão do Will "dois", eu acho que o Will "um" (hétero) foi escrito pelo John, e o Will "dois" (homossexual) pelo David, no começo do livro eu me confundi bastante para distinguir qual Will estava contando a história, mas da para ver a diferença pelo jeito que começa cada capítulo - letra maiúscula ou minúscula -. 


  Um Will é hétero, mora e estuda em Chicago, tem um melhor amigo que é gay, Tiny Cooper, que é muito encantador e tem muitos relacionamentos fracassados. Will, Tiny e Jane andam sempre juntos, e com o tempo, Will começa a sentir uma atração por Jane, o que leva vários conflitos.
 O outro Will, mora numa cidade próxima a Chicago - que eu não me lembro o nome -, e tem um "relacionamento" a distância, com um "cara" chamado Isaac. A onde ele vai para Chicago para conhecer o amor da sua vida, pelo menos, ele achava que era, mas as coisas não funcionam como ele imagina, e quando ele se depara esta namorando com Tiny Cooper.
 O livro é contagiante, você tem vontade de ler mais e mais para saber no que vai dar, porém eu esperava um pouquinho mais. Admito que teve momentos - muitos - que eu parecia uma retardada de tanto que ria com esse livro. E mais um spoiler: a cena final me emocionou M U I T O .

You Might Also Like

3 comentários

  1. Já tinha ouvido falar meio por cima do livro, dia hoje estava na escola e vi minha amiga andando com ele pra lá e pra cá e resolvi perguntar sobre o que era, nem precisa dizer nada né? entrou pra minha listinha haha
    fashionemcores.com

    ResponderExcluir
  2. Tenho vontade de ler esse livro,sempre vejo comentarios ótimos sobre ele.Adorei seu blog e estou seguindo,beijos.

    apos17.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Já vi esse livro por aí mas até ler sua resenha não sabia do que se tratava.
    Acho que essa baguncinha toda com os nomes, as diferenças entre eles e a forma como evoluem os relacionamentos entre os personagens deve deixar a história bem divertida!
    Beijo

    ResponderExcluir