Resenha : Extraordinário - R.J.Palacio



  Antes de tudo quero me desculpar e justificar meu sumiço aqui no blog: não, eu não vou parar de postar e nem de entrar aqui, vocês vão me aguentar por muito tempo ainda! Hahaha. Mas o motivo do meu sumiço foi a escola, as provas começaram, e eu estou sem tempo para absolutamente nada, tanto que hoje tenho prova de química - me desejem MUITA sorte, por favor - e resolvi pegar o pouquinho de tempo que ainda tenho antes para atualizar aqui. Me desculpem, mas meu ano escolar ta em risco ):  Agora, vamos para o que interessa?  

Infs:
Editora: Intrínseca
Escritora: R.J. Palacio
Pág: 320
Tradutor: 
Rachel Agavino
 Sinopse: August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso ele nunca frequentou uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.
 Resenha: Na minha sincera opinião, acho que essa vai ser uma das resenhas mais difícil que eu já fiz, eu simplesmente amei esse livro, mas por outro lado, esperava bem mais. Eu pensava que era apenas uma história sobre bullying e superação, mas vai muito mais além disso, essa é A história. Auggie é um menino diferente aparentemente falando, e isso assusta muita gente desde que ele era criança, ele nasceu com uma síndrome que nem a ciência tinha conhecimento, e isso causa muita rejeição, as pessoas não queriam ficar perto de alguém "estranho". E quanto mais ele vai crescendo, os seus pais tomam a decisão que ele deve começar a ir para uma escola assim como todas as crianças, mas claro, se ele concordar, depois de muita indecisão, ele aceita, e se depara com pessoas muito boas e muito ruins também. Ganha amigos, principalmente uma menina que eu me apaixonei chamada Summer e o Jack, mas também ganha muitos inimigos, e quanto mais o livro vai passando mais e mais gente rejeita ele e seus amigos.
  Ele sofre com "piadinhas", perguntas ofensivas, e sofre mais ainda pelo fato de não ser "normal", e aí que a  R.J Palacio mostra que ser diferente é super normal, a aparência, não significa absolutamente nada. E esse livro me mostrou principalmente o quão importante é não julgar as pessoas sem conhecer.
 No decorrer do livro, muitas coisas acontecem, entre elas, quando ele briga com seu melhor amigo, quando ele tem que lidar com quase a escola toda rejeitando os dois, quando tem que lidar com um garoto chamado Julian que faz de tudo para ver ele mal, a ponto de querer que ele saia da escola por causa que a sua aparência "não se encaixa para aquela escola". E mesmo com mil e uma dificuldades, ele consegue passar por tudo isso, e mostrar que ser diferente é bom, independentemente do que você classifica como ser diferente.
  Os capítulos do livro são pequenos, e são muito comoventes, consegue passar para o leitor, o que cada personagem estava sentindo. Eu acho isso incrível.


O livro também é dividido em partes, não é só Auggie que conta a história, mas também sua irmã, Summer, Jack, e outros.

Como eu disse, eu esperava que seria mais pela febre que ele tinha causado, achava que seria mais tocante, do que realmente foi. Mas o livro é muito, muito bom mesmo.

You Might Also Like

0 comentários